sexta-feira, 24 de julho de 2009

Uma Explicação.

Não soube responder de imediato quando o outro perguntou "porque?".
Nunca foi bom em respostas rápidas.
No colégio era sempre o último a terminar os testes e independia saber ou não as questões corretas, também nunca ganhara um quiz.
Depois que ficou adulto, preferia ter na ponta da língua as respostas que encontrava nos livros; para a vida, para o amor, para qualquer coisa que fosse a coisa, se apropriar de paixões e
temas alheios, era mais fácil, mais seguro.
Então ali, diante de um "porque?" que era responsabilidade só sua ele não soube o que responder de imediato.
Não, ele não tinha as mãos frias, não era tímido, pelo contrário, eram quentes e desejosas, ele também não era ruim com as palavras, era eloquente de signo e ascendente, ele apenas não
sabia fazer falar pra fora o que corpo gritava tão alto por dentro.

Pensou em dizer "te acho bonito, inteligente e sexy" mas não era só isso e ele jamais usaria palavras tão pobres como papel de enrolar pão.
Então não respondeu. E dormiu.


Uma Explicação:

Gosta de ti da mesma forma que gostava das férias de julho naquela mesma época de colégio e respostas atrasadas, gosta quando assiste um filme bom, gosta tanto de ti quando vai ao cinema que uma vez chorou vendo Pasolini, sentiu vergonha. Acha também que é capaz de gostar mesmo em filme ruim adolescente, porque pensa nos dois deitados eternamente baleados, originalmente na vertical.
De tanto gosto de gozo.
Gosta em sequências poéticas e em dias alcóolicos.
E quando há a noite é em ti o sono dele e se você não dorme o sonho é o sono em ti.
Se toca There is a light that never goes out ele sente que a luz foi feita
quando você nasceu...
Pensa em te alimantar como quem alimenta peixe,
pombo ou gato, sem lucro algum, só pra mante-los por perto.
Quer reviver as horas póstumas: vampiro, antigo, poeta e menino.

Outra explicação:

Não há explicação.


Beijos do escuro, com amor.

3 comentários:

  1. é bem assim, algumas coisas não devem ser respondidas. não sei o porquê, mas é assim.

    ResponderExcluir